Bem Bolado Brasil celebra as novas embalagens Glauco - Bem Bolado Brasil
Onde encontrar

Blog

O que tem de novo na Bem Bolado?

Bem Bolado Brasil celebra as novas embalagens Glauco

Bem Bolado Brasil celebra as novas embalagens Glauco


Por Bem Bolado Brasil

Uma noite especial para comemorar todo o trabalho de pesquisa sobre a obra do cartunista Glauco Villas Boas

Mais de 400 pessoas se reuniram para celebrar o lançamento da série de sedas do cartunista Glauco com a Bem Bolado Brasil. Vamos estimar 420. Afinal de contas, tudo se encaminhou a favor de Jah neste projeto tão especial, que encerrou uma fase na quinta-feira, 17, em celebração na Casa Bartira, espaço aconchegante para fumadores de opinião no bairro de Perdizes, em São Paulo.

Nesta série, que contém os personagens Ozetês e Faquinha, o destaque ficou por conta de Uzmano, apresentado ao público pela primeira vez por meio das embalagens da Bem Bolado.

“Achei o evento maravilhoso, a série é a cara do Glauco. Fiquei emocionada. Já faz nove anos que ele não está entre nós, então é uma forma das novas gerações conhecerem o trabalho dele”, afirma Bia Galvão, viúva do cartunista e convidada especial.

Questionada sobre como está sendo a reação de amigos quando veem a seda, ela conta: “O pessoal ama, comenta. Vi destaque até em bancas. Além disso, é um jeito de reviver o Glauco, que passou como um cometa neste planeta.”

Transgressão e bom humor

Proporcionando o ambiente ideal para reunir amigos e fazer novos, a noite foi escolhida para a exibição do documentário produzido pela Bem Bolado com Arthur Veríssimo. Em suma, o jornalista mostra o acervo intocado do artista, no ateliê em que ele desenhava antes e depois de fumar “o pito”.

Ademais, projeções com luzes alucinantes do Estúdio Curva deram um grau no ritual ao mostrar a turminha de personagens causando. A vibe de revival foi tão intensa que alguns convidados perguntaram quando Glauco chegaria à festa.

“Ele tocava em assuntos que nós evitamos, sentimos vergonha, mas de um jeito todo especial”, declara o desenhista Spacca, que trabalhou com Glauco no jornal Folha de S. Paulo. (Publicaremos uma matéria em que Spacca conta um pouco da convivência com o artista nos anos 1980. Fique ligado no blog da Bem Bolado.)

A festa

Como todo baile bom merece, a pista rolou quente a noite inteira. Nos toca-discos, o DJ Nuts apresentou sua vasta coleção de vinis nacionais, perfeita para gastar a brisa da galera.

No line-up, ainda teve Paulo Papaleo, fã de carteirinha do Glauco. “O que eu mais curto nele, além dos desenhos, são os hinários que ele compôs no Santo Daime. Estão espalhados pelo mundo. Sou apaixonado”, revela. A DJ e grafiteira Mari Mats, por sua vez, pira mais nos quadrinhos canábicos do cartunista.

Olha, a equipe da Bem Bolado desconfia que Glauco deu um jeito, sim, de colar rolê. Para nós, essa noite foi o resultado de meses de pesquisa intensa sobre obra do artista. Afinal, buscamos levar às novas gerações um pouco do espírito transgressor e divertido do universo glauconiano. Foi um desafio dar vida ao personagem inédito Uzmano.

Essa parceria pôde ser concretizada tão intensamente graças às produtoras Thayana Salgueiro e Katia Cesana, mentora da agência Solano Cultural e organizadora de toda essa deliciosa aventura da Bem Bolado com Glauco, feita com muito amor.

Em breve, a Bem Bolado trará novas séries inspiradas no universo das artes. Fique ligado!